icone-coroa-fidelizacao

FIDELIZAÇÃO

icon-sino-hotel-hotelaria

HOTELARIA

icone-nps

NPS

icone-tag-resrva-direta

RESERVA

DIRETA

icone-celular-webckeckin

WEB CHECK-IN

Como aumentar a receita do hotel na baixa temporada


A receita dos hotéis na baixa temporada há muito tempo é considerada simplesmente um fato infeliz da indústria. Traz menos demanda e, portanto, menor receita também. Mas o setor mudou muito em tão curto espaço de tempo, e os hotéis não precisam mais aceitar que a baixa temporada automaticamente significa lentidão nos negócios.

Ao adotar uma postura proativa e implementar uma série de táticas testadas e comprovadas, seu hotel pode florescer no que tradicionalmente é considerado baixa temporada. Continue lendo para descobrir nossas cinco etapas de práticas recomendadas para atrair hóspedes e aumentar a receita do hotel durante uma fase de baixa ocupação em qualquer época do ano.

1. Identifique quando ocorrem períodos de baixa temporada com a previsão

Um passo fundamental fundamental é prever com precisão o período de baixa ocupação do hotel. Isso dá ao seu hotel uma imagem mais clara das contas a receber e a pagar durante este período.

Ele permite que você prepare melhor o gerenciamento com relação ao controle de desempenho em diferentes divisões do hotel, execução de objetivos de negócios e planejamento geral. A preparação por meio de previsões precisas fornece o entendimento que é a chave para posteriormente decretar iniciativas para deter e reverter as tendências de baixa taxa de ocupação.

2. Almeje novos segmentos de clientes com um marketing dinâmico

Você pode ter uma ou duas buyer personas específicas que tradicionalmente almeja, mas a baixa temporada é o momento perfeito para diversificar.

Em primeiro lugar, você pode explorar os dados de seus próprios clientes e se comunicar com eles (via e-mail, telefone ou mídia social) para identificar as tendências, necessidades e desejos dos clientes.

Vá além dos negócios versus lazer

Existem nichos de mercado específicos além da tradicional dicotomia negócios-lazer. Isso inclui o seguinte:

  • Millenials e gerações Z e X. Millennials ainda respondem pelo maior número de viagens por ano (5,6), em comparação com Gen-Z (4,4), Gen X (4,0) e Boomers (3,5), de acordo com a Condor .

  • Viagem de bem-estar - uma viagem com foco na saúde mental e física e, cada vez mais, clientes que desejam se concentrar no crescimento espiritual também.

  • Viagem Bleisure - misturando trabalho e prazer em uma viagem.

  • Baby boomers - as pessoas estão vivendo mais em todo o mundo. Como os boomers estão geralmente em seus anos de aposentadoria agora, eles tendem a ter muito mais tempo livre e, portanto, são o mercado-alvo ideal para os períodos de baixa temporada.

  • Viajantes com animais de estimação - tornar seu hotel adequado para animais de estimação, com tudo o que um amigo peludo precisa, pode ajudá-lo a atrair proprietários que, de outra forma, relutariam em deixar seu animal de estimação para uma viagem.

  • Famílias viajando com crianças - as ofertas de pacotes familiares podem ser uma excelente maneira de aumentar suas taxas de ocupação na baixa temporada.

Seu hotel provavelmente recebe menor demanda por quartos na baixa temporada. Para superar este desafio, será imprescindível reforçar a sua estratégia de marketing e antecipar os segmentos de clientes que serão as suas principais fontes de negócio.

Atendendo a grupos, tanto convidados quanto não convidados

São tantas as iniciativas para gerar mais receita na baixa temporada. Isso inclui retiros de formação de equipes, reuniões e eventos corporativos, oferecendo um espaço de coworking para autônomos e pequenas empresas, eventos e reuniões corporativas e, claro, casamentos. Todas essas podem ser fontes pendentes de receita auxiliar. Como uma possível vitória rápida, você pode analisar os dados atuais de seus clientes para ver se há clientes anteriores que possam estar interessados nesses tipos de serviços.

Segmentação Geo-específica

Uma possibilidade relativamente nova graças aos avanços da tecnologia, você pode atingir grupos específicos com marketing. Por exemplo, se você for um hotel europeu no inverno, poderá segmentar clientes em potencial de países do Oriente Médio para escapar do calor do verão.

Mantendo Diferentes Grupos Etários na Frente

É possível manter seu produto atraente em diferentes faixas etárias sem ser muito amplo. Afinal, se você atrai a todos, não atrai nenhum grupo em particular. É importante encontrar o equilíbrio certo para permanecer atraente e não se excluir de nenhum grupo específico.

Diferentes faixas etárias geralmente requerem serviços específicos. Por exemplo, um aposentado com muito tempo livre é muito diferente de um viajante milenar que quer trabalhar e desfrutar de algum tempo livre também.

Com tanta diversidade e, na verdade, diferenças dentro de grupos específicos, você pode criar ofertas de acordo. Por exemplo, um pacote de longa duração pode ter como alvo os aposentados, incluindo atividades como visitas a museus, passeios a pé e eventos de degustação de comida. Você também pode examinar as necessidades específicas de grupos específicos. Por exemplo, 35% das pessoas com mais de 65 anos são portadoras de deficiência. Portanto, pontos de acesso aprimorados e treinamento de equipe podem diferenciar seus hotéis de outros como aquele que está atento e se preocupa com as necessidades dos aposentados.

Você também pode obter dados de mídia social e de campanha de comunicação dos próprios convidados. O que eles querem ver e fazer? Como é a sua estadia perfeita no hotel? Esses dados podem ser a fonte de mídia social e tópicos de blog para atrair futuros visitantes.

Crie um plano abrangente de segmentação

Isso envolve a identificação dos grupos que você deseja atingir. Você pode usar a internet e as mídias sociais, do Facebook ao Instagram, e da pesquisa do Google ao Pinterest, para anunciar e postar conteúdo orgânico. Você também pode combinar essa abordagem com postagens de blog em seu site e campanhas de e-mail para impulsionar os negócios, incluindo promoções e um boletim informativo periódico.

3. Maximize o alcance de suas campanhas de marketing digital

Uma coisa é realizar campanhas de marketing digital. É outra etapa totalmente diferente de implementar um processo periódico para otimizá-los para o retorno do investimento.

Seu hotel pode aumentar a receita hoteleira na baixa temporada, maximizando sua fatia do bolo de tráfego com uma série de táticas. Isso inclui o seguinte:

  • Realize as ações necessárias para alcançar uma posição superior nos motores do Google Ads e Metasearch.

  • Aumente o investimento em marketing de busca comprando palavras-chave neutras para a marca.

  • Amplie o alcance das campanhas de retargeting online e lance campanhas de display direcionadas.

4. Aplicar estratégias de preços não convencionais

Embora a redução de seus preços possa vir à sua mente, você pode primeiro considerar o seguinte:

Pacotes e Promoções

Você pode introduzir novas atividades por meio de postagens de blog e mídias sociais para possíveis convidados e comunicação direta com ex-convidados. Também é essencial promovê-los em seu site principal. Você pode criar pacotes atraentes em parceria com empresas locais que oferecem serviços atraentes que complementam os seus, como museus ou parques temáticos.

Esquemas de fidelidade

Um cartão de fidelidade promove negócios repetidos e visitas regulares com recompensas e descontos. Os incentivos podem incluir uma bebida grátis no bar na próxima visita, um presente de boas-vindas ou um desconto na próxima estadia.

Suplementos

Grandes diferenças de preço entre os tipos de quarto ajudam a produzir bons resultados em períodos de alta demanda, mas podem produzir resultados contrastantes na baixa temporada. Você pode contrariar isso verificando as taxas de conversão por categoria de quarto e comparando-as com os ciclos de maior demanda para descobrir se os tipos de quarto mais altos estão atrasados na conversão.

Tarifas de quartos

Reduzir as tarifas é uma ferramenta eficaz para igualar a concorrência e atrair clientes sensíveis a preços, muitos dos quais podem perder o preço de seu hotel na alta temporada. No entanto, lembre-se de precificar conscientemente, tendo em mente a imagem e a reputação de sua marca (ou seja, não prejudicar a imagem de sua marca ao reduzir demais as taxas). Afinal, embora seja uma ferramenta poderosa, o desconto pode nem sempre ser a resposta certa.

Você pode usar outros benefícios de viajar em hotéis na baixa temporada a seu favor, incluindo taxas de viagem mais baixas e muito menos turistas do que na alta temporada.

É crucial ter certeza de que suas ofertas parecem especiais e bem pensadas, e não apenas algo que foi criado para atrair as pessoas. Elas não podem ser uma reflexão tardia.

Por último, acompanhar, otimizar e realizar uma reflexão crítica sobre qualquer estratégia de gestão de receitas é fundamental. Você pode considerar um Sistema de Gerenciamento de Receitas que torne esse processo rápido, eficaz e preciso.

5. Regenere suas operações e processos

A baixa temporada é o momento perfeito para treinar a equipe na estratégia essencial de geração de receita. A equipe que atende o cliente exige treinamento específico para funções. Por exemplo, você pode fornecer aos funcionários da recepção treinamento sobre as melhores práticas na promoção de upgrades de reservas, enquanto os funcionários de bares e restaurantes podem se beneficiar de vendas cruzadas de produtos e educação de upsell.

Assuma o controle da experiência do hóspede e analise a pontuação, incentivando ativamente o feedback e as avaliações. Você também pode realizar uma análise aprofundada sobre onde pode estar faltando serviço, repassando cada etapa crítica da jornada do cliente, ao mesmo tempo em que é cuidadoso ao manter um ponto de vista objetivo.

A baixa temporada também é um excelente momento para fazer algumas “limpezas de primavera”. Isso pode incluir a realização de atualizações em seu site, branding e contas de mídia social e coleta de feedback de hóspedes e funcionários, com um foco particular em onde o serviço ficou aquém das expectativas.

Preparando seu hotel para a baixa temporada

Os hotéis muitas vezes se resignam aos respectivos picos e vales da alta / baixa temporada e simplesmente aceitam que, na baixa temporada, os negócios são muito mais lentos. Esta é uma abordagem reativa e você não precisa aceitar isso para o seu hotel. Com o planejamento estratégico proativo, você pode disparar seu sucesso em períodos de baixa temporada, não importa o tipo de hotel e o nível de sazonalidade.


0 comentário

Junte-se a mais de 8.862 leitores!